História Político Administrativa de Conchal

Conchal começou como Núcleo Colonial do Estado de São Paulo. As terras atuais do município foram no passado três grandes fazendas: Nova Zelândia, Ferraz e Leme. Em 1911 essas terras foram divididas em dois núcleos coloniais: Visconde de Indaiatuba e Conde de Paranaíba. Em 1919 os dois núcleos foram transformados em Distrito de Paz e passou a pertencer a Mogi Mirim. Curiosamente passou a chamar Engenheiro Coelho e somente depois Conchal. Enquanto era distrito teve muitos subprefeitos, dentre eles: Tobias Garcia, Antonio Bueno de Moraes, Argemiro Corte e, por último, Primo Rebessi.

Foi em 1944 que ocorreu uma das maiores, senão a maior luta política da história de Conchal, à época ainda distrito de Mogi Mirim. Na esperança de dias melhores, uma parte da população, insatisfeita com o tratamento de descaso e abandono dado ao distrito, passou a defender a alteração de vínculo para o município de Araras. O ideal de separação causou a divisão da população local entre ararenses e mogianos. O caso ficou resolvido a favor de Mogi Mirim, mas a desunião perdurou por muito tempo, transferindo as desavenças para dois clubes esportivos, a Associação Esportiva Conchalense e o Conchal F.C.

Em 05 de Abril de 1948, reuniram-se no Cine Paratodos (extinto cinema de Conchal), todos os segmentos da sociedade, juntamente com o povo em geral para o movimento pró-município. Este movimento uniu novamente todo o povo, em favor da emancipação. Houve um plebiscito de consulta ao povo, o resultado foi de 627 votos favoráveis e 27 contra. Estava então consagrado o ideal de um povo.

Instalação do Município

No dia 01 de janeiro de 1949 instalou-se provisoriamente o novo município.

Segue abaixo a lista dos prefeitos de Conchal desde 1949 até hoje:

    1. Francisco Magnuson (1949 – 1953)
    2. Anselmo Zani (1953 – 1957)
    3. José Ferreira de Melo (1957 – 1961)
    4. Anselmo Zani (1961 – 1965)
    5. Nelson Gomes Esteves da Cunha (1965 –1969)
    6. Egydio Corte (1969 – 1973)
    7. Salvador Leitão (1973 – 1977)
    8. Bento Laerte Ferreira de Melo (1977 –1983)
    9. Egydio Corte (1983 – 1988)
    10. Wilson Lozano (1989 – 1992)
    11. Santo Waldemar Ferreira de Melo (1993– 1996)
    12. Bento Laerte Ferreira de Melo (1997 –2000)
    13. Valdeci Aparecido Lourenço (2001 –2004)
    14. Valdeci Aparecido Lourenço (2005 –2008)
    15. Orlando Caleffi Junior (2009 – 2012)
    16. Valdeci Aparecido Lourenço (2013 – 2016)
    17. Luiz Vanderlei Magnusson (2017 – 2020)
    18. Luiz Vanderlei Magnusson (2021 – …)

Atualizado em 05/04/2021

Deixe um comentário