EPTV: Pesca de dourados no Rio Mogi Guaçu auxilia pesquisadores

Como símbolo de resiliência, o rio Mogi Guaçu, mesmo com todas dificuldades, segue farto de peixe. Junto com o rio Pardo e o rio Grande, forma um berçário para toda bacia do Paraná, com cerca de 145 espécies diferentes, muitas ameaçadas de extinção.

Assim como o curimbatá, o dourado também é um tipo de peixe migrador que funciona como espécie mãe e serve de base para o estudo de outras espécies.

Fomos convidados por uma equipe de pesquisa do Cepta, de Pirassununga (SP), para pescarmos o rei do rio. A pesca não é esportiva, mas sim o primeiro passo para a coleta de material genético e de outras informações que garantem a análise da saúde do animal e também o monitoramento do tamanho das populações.

Você sabia que uma pequena amostra de escama, por exemplo, é capaz de revelar a idade do peixe? Confira mais detalhes no Terra da Gente deste sábado (28/11) a partir das 14h, na EPTV. Com informações do G1.

Clique aqui para assistir à reportagem da EPTV que mostra o trabalho de pesquisadores em Pirassununga.

Pescaria no Rio Mogi Guaçu e o trabalho de pesquisadores em Pirassununga (SP)

Deixe uma resposta