PM detém um dos suspeitos de atear fogo em homem que morreu carbonizado em Araras

A Polícia Militar de Araras deteve, na tarde desta terça-feira (1º), um suspeito de atear fogo ao homem que morreu carbonizado nesta manhã, no bairro Jardim Aeroporto. O caso foi registrado na delegacia e o homem liberado, já que não houve flagrante.

O suspeito e uma testemunha foram detidos durante patrulhamento da equipe, após uma denúncia de ameaça e fuga. De acordo com a PM, a vítima carbonizada dentro da casa foi identificada como Daniel Pereira de Farias.

Segundo o relato da dupla detida, o crime teria acontecido depois de uma discussão, na qual a vítima caiu no chão e ficou desacordada. O suspeito informou que contou com a ajuda de outra pessoa, que também já foi identificada, para jogar Farias em um colchão, espalhar pinga sobre o corpo e ascender uma bituca de cigarro.

Antes de fugirem, ainda segundo os policiais, eles trancaram a porta e colocaram um sofá do lado de fora para que Farias não pudesse abrir.

Apesar do relato, o suspeito detido não se encontrava no estado flagrancial e, por isso, ele foi liberado após o registro do boletim de ocorrência por homicídio.

O crime

Polícia Militar e Perícia são acionadas após Corpo de Bombeiros encontrar corpo carbonizado em Araras — Foto: Beto Ribeiro Repórter

O corpo de Daniel Pereira de Farias carbonizado foi encontrado, na manhã desta terça-feira, em uma casa que estava pegando fogo, no bairro Jardim Aeroporto, em Araras.

Segundo o Corpo de Bombeiros, eles foram acionados ao local por causa do incêndio e, após controlar as chamas, os bombeiros encontraram um corpo carbonizado em um dos cômodos.

Polícia Militar e a perícia foram acionadas para atender a ocorrência. Já o corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Limeira. Com informações do G1.

Deixe um comentário