Idosa diagnosticada com dengue e coronavírus recebe alta em Mogi Guaçu após 17 dias internada

Uma mulher de 60 anos diagnosticada com dengue e coronavírus recebeu alta nesta segunda-feira (27) de um hospital particular em Mogi Guaçu. Segundo a assessoria da unidade de saúde, a idosa estava internada há 17 dias na ala destinada aos pacientes com Covid-19.

A paciente foi admitida com um quadro de falta de ar, febre e tosse seca, além de pertencer ao grupo de risco por ser hipertensa, afirma o Hospital São Francisco.

Recuperada das duas doenças, a mulher deixou o hospital acompanhada da filha e sob aplausos da equipe médica.

A médica infectologista Raque Stucchi, da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, destaca que tecnicamente é possível, sim, a infecção pelas duas doenças.

Entretanto, ela faz um alerta que seria importante verificar como foram feitos os diagnósticos, uma vez que podem existir falsos positivos para dengue dependendo do período em que o exame foi colhido.

De qualquer forma, a professora destaca que para enfrentar essas duas doenças, é importante que o paciente tenha um sistema imunológico equilibrado, “uma vez que não existe tratamento farmacológico específico” nem para dengue nem para Covid-19.

“É um trabalho duplo do organismo”, completa. Com informações do G1.

Clique aqui para assistir à reportagem da EPTV.

Idosa diagnosticada com dengue e coronavírus recebe alta em Mogi Guaçu – Foto: Reprodução/EPTV

Deixe uma resposta