Vendedora é morta a tiros em Limeira; companheiro é suspeito do crime

Homem enviou mensagem para o pai da vítima dizendo que o casal tinha brigada e ela estava morta, segundo a polícia; ele está foragido.

Uma vendedora de 33 anos foi morta a tiros, na madrugada desta quinta-feira (23), em Limeira. O principal suspeito do crime é o companheiro dela, que teria confessado o crime para a família da vítima antes de fugir. Ele está foragido.

Segundo a Polícia Militar, a equipe foi acionada cerca de 5h30 em uma casa no Jardim Novo Horizonte. O pai da vítima acionou os policiais e disse que recebeu uma mensagem do suspeito dizendo que eles tinham brigado e que a filha dele estava morta.

Maria Eliane de Souza Araújo foi morta na casa onde morava. Quando chegou no local, a polícia encontrou a mulher com um tiro na cabeça e já sem vida. A perícia recolheu materiais que vão ajudar na investigação, como o celular da vítima e uma câmera de segurança. O caso foi registrado na Delegacia de Limeira como feminicídio.

Segundo os parentes, Eliane morava há anos com o suspeito e, de acordo com o boletim de ocorrência, o relacionamento entre os dois já tinha histórico de desavenças.

Viatura da Polícia Militar em frente ao local do crime, em Limeira — Foto: Reprodução/EPTV Campinas

O principal suspeito, Raimundo Pinheiro Dantas, eletricista de 44 anos que convivia com a vítima, está foragido. A polícia já conseguiu identificar que ele deixou a cidade de Limeira após o crime, com seu próprio carro, e passou por São Paulo.

“Já está nos sistemas [da polícia]. Caso seja abordado em São Paulo ou Grande São Paulo, ele vai ser identificado e vai ser apresentado para esclarecimento, instauração do inquérito e prosseguimento das investigações pela Polícia Civil”, explicou o capitão Herlon Correa de Paula, da Polícia Militar. Com informações do G1.

Deixe uma resposta