Após estado manter quarentena, Prefeitura de Conchal volta atrás e decide fechar comércio

Decreto municipal havia liberado a abertura de lojas, desde que seguissem medidas de prevenção. Muitos estabelecimentos abriram nesta segunda-feira (6).

Após permitir a reabertura do comércio, a Prefeitura de Conchal voltou atrás, na tarde desta segunda-feira (6), e decidiu fechar novamente os estabelecimentos considerados não essenciais.

A decisão ocorreu após governo do estado anunciar que vai prorrogar a quarentena até 22 de abril. As novas medidas serão publicadas na terça-feira (7), segundo a administração municipal.

Nesta segunda-feira, muitas lojas da cidade abriram as portas, após o decreto municipal que permitiu a reabertura foi divulgado nas redes sociais da prefeitura. Segundo a administração municipal, um comitê avaliou que seria possível a abertura com medidas de prevenção.

A cidade tem, até a última atualização na tarde de segunda, 10 casos suspeitos de coronavírus que estão em isolamento em casa e uma morte em investigação aguardando resultados de exames.

Na contramão da decisão estadual, comércio de Conchal reabriu nesta segunda-feira — Foto: Reprodução EPTV

A abertura das lojas teria que respeitar uma série de regras, divulgadas pela prefeitura, entre elas o oferecimento de álcool em gel aos clientes e o uso de máscaras pelos funcionários.

Mas após o governo de São Paulo ampliar por 15 dias a quarentena que acabaria na terça-feira (7), a prefeitura anunciou que seguirá a determinação estadual. Com informações do G1.

A EPTV de São Carlos, afiliada da TV Globo, esteve em Conchal nesta segunda-feira (06) para mostrar a reabertura do comércio na cidade. Clique aqui para assistir à reportagem.

Deixe uma resposta