Araras e Rio Claro apuram casos suspeitos de coronavírus

Pacientes chegaram recentemente de viagens a países europeus com sintomas.

As Vigilâncias Epidemiológicas de Araras e Rio Claro notificaram os primeiros casos suspeitos de coronavírus nos municípios. Os pacientes chegaram recentemente de viagens à Europa.

Os casos são oficialmente reconhecidos como suspeitos somente após confirmação do Ministério da Saúde. O último boletim da Secretaria Estadual de Saúde não divulgou os casos por cidade.

Casos suspeitos

O caso suspeito de  Araras é de um paciente de 36 anos que passou a apresentar dor de cabeça e febre depois de ter viajado para Islândia, com conexão na Inglaterra – país que registra casos da doença.

Ele chegou ao Brasil em 1º de março e começou a apresentar os sintomas na terça-feira (3). Ele foi atendido na rede pública e passou por exames. O material coletado foi encaminhado ao Instituto Adolfo Lutz, responsável pela análise. Até a resposta ele ficrá em isolamento domiciliar.

Em Rio Claro, a primeira notificação suspeita de coronavírus, é uma paciente de 32 anos que voltou de uma viagem à Itália no domingo (1) com sintomas de coriza, dor de garganta e tosse. Segundo a Fundação Municipal de Saúde, ela foi atendida em hospital particular, que adotou todas as medidas preventivas recomendadas pelo Ministério da Saúde, e seu quadro de saúde é leve e estável.

A paciente fez exames que foram enviados ao Instituto Adolfo Lutz para que o caso seja confirmado ou descartado.

A mulher está em isolamento domiciliar e, de acordo com a secretaria municipal de Saúde, os familiares estão assintomáticos e sendo monitorados pela Vigilância Epidemiológica até a liberação do resultado de exame.

Os casos ainda não constam da lista de suspeitos da Secretaria Estadual de Saúde e são oficialmente reconhecidos como suspeitos somente após confirmação do Ministério da Saúde.

Casos de coronavírus

Nesta quarta-feira (4), o Ministério da Saúde informou que em conjunto com as secretarias estadual e municipal de São Paulo, investiga o possível terceiro caso positivo do novo coronavírus na capital paulista. Em nota, o ministério diz que exames de contraprova estão sendo realizados para confirmar a amostra.

O último balanço da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado na terça-feira (3), apontava 130 casos suspeitos da doença no estado de São Paulo e duas confirmações, ambas de pacientes com histórico de viagens à Itália. Os dados totais atualizados ainda não foram divulgados nesta quarta-feira.

Região

Outras duas cidades da região apuram casos suspeitos de coronavírus. Veja abaixo:

Em Pirassununga, a prefeitura informou na segunda-feira (2) que a Vigilância Epidemiológica apura um caso suspeito de coronavírus na cidade. Segundo a prefeitura, trata-se de um homem finlandês, que havia viajado ao Japão e chegou ao Brasil em 19 de fevereiro. Ele foi atendido na Santa Casa no sábado (29). A cidade também teve outro caso suspeito que já foi descartado.

A Prefeitura de Araraquara informou, na sexta-feira (28), que um caso suspeito de coronavírus está sendo investigado no município. O paciente chegou recentemente de um país da Europa com casos da doença e apresentou sintomas de gripe.

Em São Carlos, a vigilância apura o 4º caso suspeito, sendo que dois já foram descartados por exames.

A Vigilância Epidemiológica recebeu na tarde desta quarta a notificação de um novo caso suspeito pela rede particular de saúde. Trata-se de uma idosa de 77 anos com sintomas de febre, tosse, congestão nasal, cefaleia e histórico de viagem recente para Alemanha, Israel e Egito. Ela já está em isolamento domiciliar. A coleta para exame já foi encaminhada para o Instituto Adolfo Lutz de São Paulo.

A Vigilância aguarda o resultado de exames de uma mulher de 45 anos. O caso de um jovem de 23 anos e de um homem de 36 foram descartados. Com informações do G1.

Deixe uma resposta