Temporal alaga ruas de Itapira e Mogi Guaçu; Campinas registra fevereiro mais chuvoso em 4 anos

Um temporal que caiu na noite desta sexta-feira (28) alagou ruas, desbarrancou barreiras de estradas e deixou Itapira em estado de atenção devido ao volume acumulado de chuva. De acordo com a Defesa Civil, choveu 96 milímetros em três horas, das 18h às 21h. A cidade entra em estado de atenção quando o acumulado chega a 80 milímetros em 72 horas.

Chuva alagou ruas, desbarrancou barreiras e deixou Itapira em estado de atenção — Foto: Adalberto Vaccaro/Divulgação

Mogi Guaçu, de acordo com a Guarda Municipal, recebeu um grande volume de chuvas na noite desta sexta e alguns pontos ficaram alagados. Um carro também ficou ilhado na região do Jardim Santa Cecília. Não havia ninguém dentro do veículo e não houve feridos.

Chuva forte alagou ruas e casas do Jardim Santa Cecília, em Mogi Guaçu — Foto: Ivete Catarine Pedrine/Divulgação

Campinas

O volume de chuva em Campinas em fevereiro foi 14% maior do que a média prevista para o mês, de acordo com dados do Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri) da Unicamp. No mês houve 216 milímetros de precipitação, sendo que o esperado para o período é de 190,5 milímetros.

A última vez que a cidade registrou um acumulado de chuvas acima da média prevista foi em 2016, quando registrou 283 milímetros de chuva em todo o mês de fevereiro. No ano passado, Campinas teve 174 milímetros de precipitações.

Monte Mor

Monte Mor teve o fevereiro mais chuvoso desde 1998, com 307,2 milímetros de chuva, 76% acima da média prevista, que é de 174,2 milímetros, informou a Somar Meteorologia. Nos primeiros 11 dias do mês, o volume acumulado já ultrapassava a média histórica em 11%, o Rio Capivari transbordou e 20 famílias chegaram a ficar desabrigadas no início do mês. Com informações do G1.

Rua alagada no bairro Farid Calil, em Monte Mor — Foto: Reprodução/EPTV

Deixe um comentário