VÍDEO: barco desgovernado gera pânico durante evento no Rio Mogi Guaçu em Pirassununga

Na tarde de sábado, dia 26, um barco desgovernado e sem piloto gerou pânico e por pouco não causou um grave acidente no Rio Mogi Guaçu, em Pirassununga. O incidente aconteceu durante a 24ª edição da Descida de Boias, que tem percurso de 17 km pelo rio até Porto Ferreira.

Confira o vídeo abaixo:

Desespero

Imagens feitas com celular por um morador e compartilhada nas redes sociais mostra a embarcação desgovernada em meio a pessoas que desciam em boias durante o evento, que é tradicional na cidade.

O barco chega a encostar em alguns participantes e os moradores que observavam gritaram em desespero.

Logo em seguida, um homem chega em um jet ski e consegue subir no barco, controlando-o em segundos. Ele foi aplaudido pelos moradores.

Um participante do evento, que preferiu não se identificar disse que um senhor estava andando de barco e o motor teria encostado em uma pedra.

“Eu acho que ele se desesperou e travou o acelerador, o barco inclinou e ele caiu. Eu estava passando bem na hora que ele caiu, o barco furou minha boia e chegou a encostar em um dos participantes, mas ele não se feriu. Um outro homem assustou, pulou da boia e saiu nadando e por um centímetro não pegou ele”, afirmou.

O participante disse que pediu ajuda para o homem que estava de jet ski. “Ele pulou no barco e conseguiu desligar. Ele foi um herói”, afirmou.

Condutor de jet ski consegue parar barco e é aplaudido por moradores em Pirassununga — Foto: Reprodução/Facebook

Posicionamentos

Em nota, a Marinha informou que uma equipe de peritos irá ao local na manhã desta segunda-feira (28) para coletar informações sobre o incidente e notificar os organizadores do evento a prestar esclarecimentos.

“Segundo as Normas da Autoridade Marítima, todo evento náutico deve ser comunicado à Autoridade Marítima com a devida antecedência. Além disso, os organizadores devem observar as regras previstas na Norma, com o propósito de assegurar que esses eventos não interfiram na segurança da navegação e na salvaguarda da vida humana”, também diz a nota da Capitania dos Portos.

A Prefeitura de Pirassununga informou que o evento não é organizado pela administração e não apoia a sua realização. A Polícia Militar e os bombeiros de Pirassununga e Porto Ferreira informaram que não acompanham o evento e não foram solicitados para atender ocorrências. Fonte: G1.

Deixe um comentário