Dias de calor e horas a mais de sol facilitam a reprodução dos peixes no Rio Mogi Guaçu

O calor está ajudando na reprodução dos peixes no Rio Mogi Guaçu. São três horas de sol a mais do que em um dia de inverno. A temperatura da água aumenta o metabolismo dos peixes.

O calorão esquentou as águas do Rio Mogi Guaçu e a piracema pode ter um novo pico de reprodução, de acordo com o pesquisador do Instituto da Pesca Fábio Sussel. O verão começou oficialmente no dia 21 de dezembro.

“Nós estamos avistando muitos peixes se reproduzindo e, dentre esses peixes, um destaque para o pintado, a cachara o jaú, que em outros anos nós não conseguimos observar”, afirmou Sussel.

Pesca proibida até 28 de fevereiro

Os peixes nadam centenas de quilômetros e enfrentam várias barreiras em busca de águas tranquilas pra desova. Até 28 de fevereiro não é permitido pescar no rio.

Para o pesquisador, a piracema deste verão vai superar a de anos anteriores. “Já estamos com uma ótima piracema, mas se vier um pouquinho mais de chuva nesse finalzinho de ano, melhor ainda”, destacou.

Com informações do G1

Deixe uma resposta